Dê um chega-pra-lá no sono pós-almoço – O poder do “coffee nap”

Vença o sono pós-almoço

Você sente aquele sono, falta de foco e cansaço mental depois do almoço, com dificuldade de se concentrar e continuar com aquele ritmo da manhã?  Então tenho a solução pra você combater o terrível sono pós-almoço: a “soneca do café”, ou coffee nap.

Achou estranho? Até o final da matéria você já terá feito seu café e estará ligando o despertador, garanto. 😉

Menino comendo e quase dormindo, sofrendo o sono pós-almoço

Crédito: tamakisono

 

Quando bate aquele soninho que vem, despretensiosamente, no começo da tarde, geralmente conhecemos alguma dica que ajude a combatê-lo. Lavar o rosto com água fria, tomar um café, ou mesmo descansar um pouco… Sem dúvida essas dicas por si só ajudam, mas se você busca aquele algo a mais, posso ter justamente aquilo que você procurava.

 

 

As estratégias ‘tradicionais’

Café

""

Tomar um cafezinho depois do almoço já é uma tática conhecida da maioria dos brasileiros. Mas você provavelmente já percebeu que nem o mais forte dos cafés faz milagres. E isso é explicado pela forma que seu cérebro funciona.

Quando exercemos atividade cerebral intensa, uma substância chamada adenosina é liberada e se prende a neuroreceptores no cérebro, dando sensação de cansaço. Quando tomamos café, a cafeína se prende a esses mesmos neurotransmissores. Então, por mais que a cafeína ajude a aumentar nosso estado de alerta, seu efeito é limitado pela adenosina, já que ela está saturando os neurotransmissores e ‘compete por espaço’. Depois que o efeito do café passa, o cansaço permanece e sentimos que aquela energia do café acabou.

 

Sesta

Então, vem outra técnica: a soneca depois do almoço, também conhecida como sesta. Ela está presente no dia-a-dia da algumas culturas do mediterrâneo e é muito praticada pelos espanhóis. Quando feita de forma correta, tem capacidade de livrar os neurotransmissores da adenosina acumulada, o que ‘descansa o cérebro‘ e nos permite acordar com energias reabastecidas.

O cérebro precisa dormir

Quando dormimos, nosso sono passa por cinco estágios ou fases, em cada qual ocorrem diferentes processos cerebrais. A retenção de memória, por exemplo, está associada ao quinto estágio de sono (REM), que é quando ocorre a conversão de memórias de curto prazo a memórias de longo prazo.

E por que estou explicando isso?

O efeito benéfico do sono, de descansar a mente, ocorre durante as duas primeiras fases do sono, as fases de sono mais leve, e ocorre nos primeiros 20-25 minutos do sono. Portanto, os efeitos regenerativos do sono são conseguidos em uma soneca de 25 minutos!
É importante deixar claro, porém, que a soneca deixa de ter essa função quando ela dura mais que 25 minutos. Isso porque, acima desse tempo, entramos num sono profundo. Se formos acordados pelo despertador do meio de uma fase profunda de sono, teremos aquela sensação de cansaço, de que não dormimos o suficiente. Nesse caso, menos vale mais!

 

A fórmula mágica: a união de café com soneca

Agora que entendemos os benefícios individuais do café e da soneca, iremos ao próximo nível, como prometido no começo do artigo: tomar café antes de tirar a soneca.
Peraí, você disse ANTES??
É isso mesmo, você toma café e depois dorme um pouco! Deixa eu explicar:

Lembram de como o café, por si só, não é tão efetivo quando já estamos cansados? Pois bem, a soneca de 25 minutos recupera tão bem as energias justamente porque livra nossos neurotransmissores da adenosina que foi acumulada. Aqui vai mais uma informação: a cafeína demora de 20 a 30 minutos para agir no organismo.

Você já está conseguindo ligar os pontos? Resumindo, se tomarmos uma xícara de café logo antes de uma soneca, no momento em que acordarmos, nossos neurotransmissores estarão livres e perfeitamente preparados para receber a cafeína, que começará a agir no exato momento em que acordarmos.

 

Como faço meu coffee nap?

Minha dica pessoal pra ter o maior aproveitamento dele:

  1. Tomo uma xícara de café (espero estar a uma temperatura que me permita tomar tudo em menos de 2 minutos)
  2. Configuro meu despertador do celular pra tocar dentro de 20-25 minutos (não mais que isso!)
  3. Coloco um protetor auricular (“tapador de ouvidos”) para não ser acordado com barulhos externos. Geralmente também uso algo para cobrir os olhos, evitar a claridade e garantir o máximo aproveitamento da soneca.
  4. Ao acordar, “salto” da cama e vou lavar meu rosto com água fria
  5. Faço exercícios físicos (20 polichinelos ou outro) para estimular a circulação de sangue e garantir que eu acorde com energia.

No passo 3, há uma alternativa ao protetor auricular: se você estiver em um ambiente um pouco barulhento, use um fone de ouvido (se tiver um daqueles que isola os ruídos externos, melhor ainda!) e coloque uma música tranquila de fundo. Isso ajudará a tirar a atenção de eventuais barulhos externos.

 

Para quem vale a pena

Essa soneca recupera sua energia e aumenta sua atenção e concentração. Então, é perfeita para quem precisa trabalhar depois do almoço, naquela hora da tarde em que você se sente cansado e distraído. Tente na próxima oportunidade que tiver. Se não tiver, crie uma oportunidade!

Não subestime os resultados do coffee nap! Faça, mesmo que não se sinta cansado no exato momento em que você tiver um intervalo para fazer a soneca.

Já dizia Abraham Lincoln: “Se eu tiver 6 horas para cortar uma árvore, usarei 4 horas para afiar o machado“. Se você usar 25 minutos da tarde para afiar sua mente, terá 5:35h de trabalho com mais foco e rendimento. É um investimento pequeno para um enorme retorno. Isso é o que te faz ser um ProdutivoZen!

 

Aplique essa técnica e note a diferença! E, se um conhecido seu um dia te falar que está com aquele terrível sono pós-almoço, fale para ele fazer um coffee nap!

Facebook Comments